Mapa do Site

PESQUISA

A implantação do LCT foi decisiva para a consolidação dos estudos de caracterização tecnológica de matérias-primas minerais na Universidade e para a criação de um grupo de pesquisas, cadastrado junto ao CNPq desde 1991.

Projetos desenvolvidos com o apoio de importantes agências de fomento como FINEP, FAPESP, CNPq e Capes, assim como parcerias estabelecidas com a iniciativa privada - caso da Malvern, Votorantim Cimentos e de diversas empresas de mineração - têm colaborado para o crescimento do LCT. 

O LCT desenvolve pesquisas direcionadas ao aproveitamento racional e sustentável dos recursos minerais e ao reprocessamento de rejeitos e resíduos industriais. As linhas de pesquisa são:

 

Caracterização tecnológica de matérias-primas minerais

Trata-se de estudo orientado pelas propriedades físicas, químicas e físico-químicas de bens minerais face ao processo de beneficiamento ou uso final. Em sua conceituação ampla engloba mineralogia aplicada e técnicas universais de caracterização visando o levantamento de parâmetros tecnológicos para definição das alternativas de processo e adequação às especificações requeridas pelo mercado.

Compreende o estudo das características mineralógicas, das associações minerais e de liberação notadamente do mineral útil em relação à ganga.

Dentre os parâmetros determinados destacam-se:

  • Composição mineralógica (qualitativa e quantitativa);
  • Morfologia de partículas;
  • Associações minerais;
  • Definição da granulação de cominuição (liberação);
  • Estado de alteração, substituição de espécies minerais, recobrimento de superfície;
  • Partição do elemento útil entre as espécies portadoras

 

Caracterização de produtos de beneficiamento

Trata-se do estudo de características mineralógicas e físicas da alimentação e de produtos de etapas inicial, final e intermediárias, objetivando a otimização de circuitos industriais de tratamento de minérios nas suas inúmeras modalidades.

Dentre os principais objetos destes estudos podem ser citados:

  • Diagnóstico de causas de redução do teor do concentrado (quedas na recuperação metalúrgica);
  • Diagnóstico da forma de ocorrência e partições minerais (útil e de ganga) na carga circulante;
  • Avaliação da forma de ocorrência de contaminantes;
  • Geração de dados para simulação de operações unitárias;
  • Verificação de possibilidade de aproveitamento de subprodutos;
  • Estudo diagnóstico do circuito - bench mark.

 

Caracterização tecnológica de jazidas

Compreende a avaliação das informações geológicas, definição e execução da amostragem, estudos de caracterização tecnológica com o levantamento de parâmetros para definição de tipos de minérios e estudos de Geometalurgia.

Dentre os principais objetos destes estudos podem ser citados:

  • Determinação da variabilidade das características ou parâmetros do minério no corpo mineralizado, com vistas ao reconhecimento de tipos com comportamento tecnológico diferenciado;
  • Definição da distribuição dos tipos tecnológicos no depósito mineral;
  • Avaliação quantitativa das características do minério/jazida em estudos de geometalurgia e/ou apoio à otimização do planejamento de lavra;
  • Integração das informações geológicas e tecnológicas para o estabelecimento de correlações entre os controles de mineralização e os parâmetros tecnológicos do minério, como importante guia na definição do corpo de minério passível de aproveitamento.

 

Caracterização de produtos de processamento químico e metalúrgico

Compreende o estudo de matérias-primas para processos químicos e metalúrgicos e dos diversos produtos obtidos, em apoio a estudos diagnósticos e de otimização de processos. 

 

Caracterização voltada ao meio ambiente

Estudos de caracterização de rejeitos, resíduos e efluentes, paralelamente ao levantamento das condições e alternativas para reciclagem e reaproveitamento de subprodutos.

Copyright 2008 LCT - Desenvolvido por Diagrama Estúdio